Pages

Banner 468 x 60px

 

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Ativistas gays protestam contra Copas do Mundo de futebol na Rússia e no Catar

1 comentários
Se a homossexualidade é ilegal no Catar, onde pode ser punida com chibatadas e prisão, e Moscou vetou as paradas gays por vários anos, é claro que os ativistas da causa LGBT não ficariam nada contentes com o anúncio de que Catar e Rússia sediarão as Copas do Mundo em 2018 e 2022.

“Ambos os países são muito pobres em direitos humanos. Não só os direitos gays, mas também os das mulheres, a liberdade para protestar e a liberdade de imprensa. A Fifa colocou seus interesses corporativos antes do bem-estar das pessoas dos dois países”, declarou um ativista ao site britânico Pink News.

Fonte: Parou Tudo

1 comentários:

Fabinho disse...

Concordo plenamente.

A Fifa vem nos últimos anos promovendo ações e campanhas anti-preconceito em diversos sentidos e agora me vem com essas nomeações de países humanitariamente retrógrados.

Vai entender essa gente...

Postar um comentário