Pages

Banner 468 x 60px

 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Primeira-ministra eleita apoia o fim da criminalização da homossexualidade na Jamaica

0 comentários
Foi eleita nesta quinta-feira (05) a social-democrata do Partido Nacional Popular (PNP), Portia Simpson Miller (foto), de 66 anos, como primeira-ministra da Jamaica. Durante um debate em dezembro, antes das eleições, Portia declarou seu apoio à comunidade LGBT.

A primeira-ministra afirmou que funcionários gays não seriam proibidos de trabalhar em seu gabinete e que estes seriam escolhidos por sua capacidade "de gerenciar e liderar" e não por sua orientação sexual.

Ainda em seu discurso, a parlamentar considerou que leis que criminalizam a homossexualidade na Jamaica devem ser revistas, priorizando a liberdade dos cidadãos jamaicanos.

Portia Simpson Miller é formada em administração pública e começou sua carreira política em 1974. Desde 2006, ela é a líder do Partido Nacional Popular, que ganhou 41 dos 63 assentos no final de dezembro, deixando 22 para o Partido Trabalhista da Jamaica.

Veja abaixo o debate em que a primeira-ministra defende o cargo para gays em seu gabinete. 

Fonte: Dois Terços

0 comentários:

Postar um comentário