Pages

Banner 468 x 60px

 

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Ministro italiano afirma que adoção gay facilita tráfico

1 comentários
Político italiano disse que, após adoção gay ser permitida, aumentou venda de crianças

Na Itália, o secretário de Estado para as Políticas para a Família, Carlo Giovanardi (foto), declarou, em entrevista ao jornalista Klaus David, que permitir a adoção a casais gays é facilitar o tráfico de crianças. Para justificar, ele afirmou que nos lugares onde a adoção é permitida – inclusive o Brasil, que não existe essa lei – “explodiu a venda de meninos e meninas.”

Giovanardi explicou que, segundo seus dados, não mencionados, em países como Estados Unidos e Brasil “começou a compra e venda de crianças, um fenômeno que pode ser compreendido dentro do mecanismo do mercado.”

Destilando preconceito, o político disse que aceitar a adoção de casais gays é o mesmo que submeter uma criança à violência psicológica. Ele tentou ponderar ao afirmar que em casais héteros existem episódios de violência e má educação, mas terminou dizendo que “isso não quer dizer que a família normal (sic) seja fonte de violência e maus-tratos.”

“Uma criança tem o direito de crescer em um contexto onde as figuras paterna e materna são complementares entre elas e garantem à criança um crescimento equilibrado. (A adoção por gays) é algo com o qual este governo não consentirá nunca e que quero denunciar aqui”, acrescentou.

Fonte: Mix Brasil

1 comentários:

Fabinho disse...

E esse animal ainda está no governo??

E a União Europeia, cadê??? *bate o pé no chão*

Postar um comentário