Pages

Banner 468 x 60px

 

terça-feira, 23 de março de 2010

Sexualidade, teatro do oprimido e educação

0 comentários
A professora Suely Messeder, coordenadora do NUGSEX/Diadorim, desenvolveu projeto de extensão em parceria com o IAT (Instituto Anísio Teixeira), centro de formação profissional em educação. O projeto intitulou-se "Um caminho para construir a cartografia da sexualidade das jovens adolescentes: uma pesquisa açao sobre as representaçoes e práticas da sexualidade através do tero do oprimie participaram do projeto tinham "aula de teatro, dividida em três etapas: descoberta, procedo".  Segundo a professora Messeder, as atividades foram desenvolvidas através de dois encontros semanais, com a duraçao de três horas e meia para cada um. Os adolescente qusso criativo e produto final", conforme salienta a professora Messeder.

Coforme ainda a professora: "Ao longo destes encontros elas reviviam experiências do seu cotidiano, quer seja em sala de aula, quer seja na família, quer seja com os amigos/as, quer seja com seus namorados. Estas experiências algumas vezes refletiam situaçoes de opressao, por exemplo, o cabelo entendido como "ruim", o desejo de ser de outra cor, o namorado que impede de sair, acusaçao de ser ladras, a nao aceitaçao de garotos bichas."

Durante a apresentaçao no seminário do IAT, aconteceu o teatro fórum, com a participação e intervenção da platéia formada por professoras(es). Segue abaixo algumas imagens dos momentos do projeto:


Fonte: Diadorim 

0 comentários:

Postar um comentário