Pages

Banner 468 x 60px

 

domingo, 7 de novembro de 2010

ENEM 2010 tem questão específica sobre homofobia

3 comentários
O ENEM mudou. Em 2009, o questionário sócio-econômico perguntava sobre o preconceito contra diferentes identidades culturais, inclusive, sobre lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (se o/a candidato/a praticava ou se já havia presenciado aquela atitude). Os resultados desse questionário ainda não foram divulgados, mas prometem fazer um “retrato” do preconceito e da discriminação nas escolas.
Nesse ano de 2010, foi elaborada uma questão específica sobre homofobia na Prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias. 
Pelo que parece, a inclusão da temática sobre homofobia pretende aproximar os/as candidatos desse problema, situando o preconceito como um elemento histórico (e não como biológico) que, por isso, pode, ou melhor, deve ser mudado.
Leia a questão e imagine um jovem religioso e homofóbico a respondendo!

“Pecado nefando” era expressão correntemente utilizada pelos inquisidores para a sodomia. Nefandus: o que não pode ser dito. A Assembleia de clérigos reunida em Salvador, em 1707, considerou a sodomia “tão péssimo e horrendo crime”, tão contrário à lei da natureza, que “era indigno de ser nomeado” e, por isso mesmo, nefando.

O número de homossexuais assassinados no Brasil bateu o recorde histórico em 2009. De acordo com o Relatório Anual de Assassinato de Homossexuais (LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis), nesse ano foram registrados 195 mortos por motivação homofóbica no País.

A homofobia é a rejeição e menosprezo à orientação sexual do outro e, muitas vezes, expressa-se sob a forma de comportamentos violentos. Os textos indicam que as condenações públicas, perseguições e assassinatos de homossexuais no país estão associadas

A) à baixa representatividade política de grupos organizados que defendem os direitos de cidadania dos homossexuais.

B) à falência da democracia no país, que torna impeditiva a divulgação de estatísticas relacionadas à violência contra homossexuais.

C) à Constituição de 1988, que exclui do tecido social os homossexuais, além de impedi-los de exercer seus direitos políticos.

D) a um passado histórico marcado pela demonização do corpo e por formas recorrentes de tabus e intolerância.

E) a uma política eugênica desenvolvida pelo Estado, justificada a partir dos posicionamentos de correntes filosófico-científica

Resposta: letra D
 

Fonte: Pedagogia Queer

3 comentários:

Fabinho disse...

Rapaz, eu tô passado, mas ao mesmo tempo feliz, com isso!!

Anônimo disse...

Desenvolvo um projeto de pesquisa sobre Homofobia nas escolas.
O ENEM veio endossar as minhas questões que muitos professores/as dizem "ser bobagem".
A luta continua!

gentebrasileira@bol.com.br

Pedagogia Queer disse...

Obrigado pela citação!
Abraços Queer

Postar um comentário