Pages

Banner 468 x 60px

 

sábado, 28 de maio de 2011

Líderes evitam criticar deputado homofóbico

1 comentários
Os líderes das bancadas do governo e da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia adotaram uma postura moderada na hora de comentar as declarações do colega de parlamento Aderbal Caldas (PP), que na sessão da última quarta-feira (25) duvidou da capacidade de um juiz homossexual julgar um caso, por conta de suposta subserviência incondicional ao companheiro, e fez diversas declarações homofóbicas. Ambos disseram não compartilhar do mesmo entendimento de Caldas, mas evitaram fazer críticas à sua postura. “Óbvio que não tenho nenhuma concordância com a homofobia. Prudência e serenidade devem ser pedra de toque para que não haja nenhuma exacerbação dessa polêmica. Acho que deve-se ter mais delicadeza para enfrentamento de temas delicados como esse”, declarou o líder governista Zé Neto (PT). O líder do flanco oposto, Reinaldo Braga (PR, na foto), também pegou leve com Caldas. “Eu não tenho a mesma visão. Não é porque alguém tem uma opção sexual diferente que vai definir o seu comportamento. Todo mundo tem direito à cidadania. Mas Aderbal é um dos deputados com melhor relacionamento na Casa”, considerou.  O líder dos independentes, deputado Targino Machado (PSC), não foi encontrado pela reportagem.


Fonte: Bahia Notícias

1 comentários:

Fabinho disse...

Tudo com o rabo preso, rebanho de sem-vergonhas!!!

Postar um comentário